14 de janeiro de 2009

Assistência ao plantio de girassol no Estado



A Paraíba entra, a partir deste mês de janeiro, na era do Biodiesel. Um convênio que será assinado em breve entre a Emater e a Petrobrás vai possibilitar o plantio de quatro mil hectares de Girassol em 56 municípios paraibanos, pertencentes às regiões administrativas de Itabaiana, Guarabira, Solânea, Areia, João Pessoa e Campina Grande.

A iniciativa vai beneficiar diretamente cerca de dois mil agricultores familiares, e toda a produção da cultura será direcionada à usina de beneficiamento de Biodiesel de Quixadá, localizada no estado do Ceará.

O assunto foi discutido na última quinta-feira, numa reunião realizada na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, entre técnicos da Petrobrás, da Emater-Paraíba, da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca do Estado, dentre outras instituições ligadas ao biodeesel da região.

Na oportunidade os técnicos da Paraíba apresentaram e defenderam a execução de projeto, propondo a implantação de uma grande área de plantio de Girassol, uma das matérias primas para a fabricação do Biodiesel.

O projeto dos especialistas paraibanos foi prontamente aprovado durante o encontro de Natal, passando a servir de base para a elaboração do convênio que será assinado entre a Emater e a Petrobrás, ainda neste de mês de janeiro, tendo o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Sedap como parceiros, já que vai beneficiar diretamente duas mil famílias de cinco regiões administrativas do Estado, tornando-se excelente fonte de renda para milhares de paraibanos que vivem da economia primária no Estado.

O convênio a ser firmado entre a Emater-Paraíba e a Petrobrás vai permitir também a contratação de vinte agrônomos aprovados em recente concurso realizado pela Extensão Rural, com a anuência do Governo do Estado, que irão trabalhar exclusivamente nas áreas que serão utilizadas para o plantio de Girassol.

Conforme informou o presidente da Emater, Nivaldo Magalhães, a experiência da Paraíba com o Girassol não é de agora, pois já existe um projeto em andamento, assinado entre a Sedap e o Banco do Nordeste, visando à produção de sementes que se destinam á multiplicação da cultura.

Participaram da reunião, em Natal, o gerente regional do Projeto Petrobrás Biodiesel Wlisses Peixoto, o gerente da unidade de beneficiamento de Quixadá-CE, Paulo Roberto, a consultora da Petrobrás, Fátima Moura, o coordenador de planejamento da Emater (PB), Luís Florêncio da Silva, o gerente estadual do Biodiesel José Joacy dos Santos e o assessor estadual de oleaginosas, Hélio Fernandes de Souza.


Fonte: Governo da Paraíba