3 de abril de 2019

CNA e Banco do Nordeste tratam de avanços na parceria para atender demandas do produtor


ASCOM FAEPA-PB

Brasília/DF (29/03/2019) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e as Federações de Agricultura e Pecuária do Nordeste se reuniram na quinta (28), em Brasília, com o presidente do Banco do Nordeste (BNB), Romildo Rolim, e discutiram o balanço das ações realizadas no ano passado, após a assinatura da parceria entre o Sistema CNA/Senar e o banco, além da agenda estratégica de ações conjuntas para 2019.

“A grande vantagem do acordo de cooperação que iniciamos com o Banco é criar um canal direto do produtor com a agência. Por meio desse canal conseguiremos otimizar muitas demandas do produtores,” explicou o superintendente técnico da CNA, Bruno Lucchi.

Segundo ele, entre as ações está a criação de agências itinerantes nos estados para ajudar o produtor a fazer a renegociação das dívidas, além de dar orientação em relação às linhas de crédito voltadas à tecnificação de suas propriedades, com o uso da irrigação e da energia solar.

“Isso é um ganho generalizado: tanto para o banco que vai conseguir bater suas metas, quanto para o produtor que terá acesso ao crédito de uma forma mais eficiente para aquilo que ele precisa.”

Para o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (FAEB), Humberto Miranda, o Banco do Nordeste é fundamental para as atividades produtivas do Nordeste brasileiro.

“O banco é o grande financiador da atividade produtiva do Nordeste e está aberto às reivindicações que o Sistema CNA/Senar tem feito. Acreditamos que isso vai surtir efeito em melhor atendimento para o produtor rural da Bahia e também dos outros estados do Nordeste”, disse.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí, Júlio César, destacou a atuação da bancada do nordeste e da CNA na aprovação da lei 13.340/2016, que trata da renegociação das dívidas dos produtores rurais, e da sua efetivação junto aos bancos.

Romildo Rolim, presidente do Banco do Nordeste e Pio Guerra, Presidente da Federação de Agricultura do Estado de Pernambuco (FAEPE).

O superintendente da instituição financeira, Luiz Sérgio Machado, destacou os dados da parceria com o Sistema, relativos à renegociação das dívidas dos produtores rurais.

“Conseguimos regularizar R$ 11,5 bilhões desde que a lei 13.340 foi criada. Isso representa 330 mil operações. São agricultores que hoje estão regularizados com o banco e poderão tomar crédito no futuro, graças a uma ação da CNA em conjunto com o Banco do Nordeste e a Bancada Nordestina”, afirmou.

A instituição financeira é responsável por 56% do total de financiamentos da região, afirmou Machado. De acordo com ele, os investimentos este ano para o segmento rural será em torno de R$ 9 bilhões de reais, aumento de 25% em relação ao do ano passado.

Participaram da reunião os presidentes e representantes das Federações de Agricultura e Pecuária do estado de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe, o presidente do BNB e superintendentes, além da área técnica da CNA.

Assessoria de Comunicação CNA
Fotos: Tony Oliveira
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil