5 de fevereiro de 2013

Comissão do Leite da Paraíba se reúne na FAEPA



A Comissão do Leite na Paraíba se reuniu nesta segunda (04), na sede da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), para realizar a eleição da nova diretoria do grupo. Na ocasião foi eleito como presidente da comissão, o presidente do Sindicato dos Produtores Rural de Sousa, Tiburtino Cartaxo, e para os cargos de vice-presidente e secretário geral, Marcelo Sena (Alagoa Grande) e Francisco de Assis (Boqueirão), respectivamente.

Após a formação da nova diretoria, que terá mandato de um ano, foi posta em pauta medidas para amenizar a situação crítica em que o rebanho se encontra, prejudicando assim os produtores de leite. “O maior problema que os produtores enfrentam no momento é a falta de água, que está matando o gado. Nós precisamos apelar para que as autoridades lancem medidas permanentes, não emergenciais, já que a seca é uma realidade cíclica”, afirmou o novo presidente da comissão.

A assessora da presidência da FAEPA, Eudete Petelinkar, confirmou que a Comissão do Leite irá buscar ajuda junto aos políticos, deputados federais, através de propostas de emendas parlamentares que tragam benefícios ao produtor. “O produtor precisa que sejam implantadas barragens subterrâneas e mini adutoras para abastecer as propriedades rurais, com perfurações de poções artesianos, limpeza de barreiros e ampliação do programa de ração animal. E nós seremos essa ponte de diálogo e reivindicação”, justificou.

O Presidente do Sistema FAEPA/SENAR-PB, Mário Borba, que também participou da reunião, informou que já foi feito o convite para alguns deputados federais e que deve se reunir com eles, juntamente com a Comissão do Leite, no próximo dia 18 de fevereiro. “A comissão e a FAEPA irão expor a real situação de calamidade que se encontram essas microrregiões produtoras de leite. Queremos sensibilizá-los e, mais importante, conseguir o apoio parlamentar para aprovar medidas que salvem o produtor dos efeitos devastadores da seca e, juntos, possamos construir um futuro melhor para o homem do campo. A Paraíba tem um grande potencial no campo mas a classe politica teima em não enxergar isso”, concluiu Mário Borba.

Ainda segundo o presidente, já foi solicitada uma audiência com o governador do estado, Ricardo Coutinho, com o objetivo de debater a ampliação do programa de distribuição de ração animal e a introdução de novas alternativas, a exemplo do sal mineral proteinado, que ajudem o produtor nesta luta pela sobrevivência do seu rebanho e diminua os custos de produção.
 

Assessoria de Comunicação Social FAEPA/SENAR-PB
(83) 3048 6073/9988 6475