18 de setembro de 2008

Erradicação da aftosa é prioridade no Estado da Paraíba



O secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Carlos Dunga, reuniu na última terça-feira (16) no auditório do Interpa, diretores, técnicos e gerentes da Secretaria para discutir o planejamento estratégico integrado do setor agropecuário do Estado para o próximo ano. Na reunião, Dunga deixou clara qual a prioridade do governo ainda para este semestre: tornar o Estado zona livre de febre aftosa, com o reconhecimento do Ministério da Agricultura.

De acordo com o secretário, a erradicação da febre na Paraíba só será possível se houver um trabalho integrado de todos, com a otimização dos recursos e a potencialização das ações e programas que serão desenvolvidas no exercício de 2009. “O Governo do Estado tem uma preocupação muito forte com o setor primário e produtivo, no sentido de erradicar a febre aftosa. Faço um apelo aos técnicos e funcionários da Secretaria para, juntos, se empenharem nesta luta”, disse o secretario.

Carlos Dunga ouviu de cada gerência e dos representantes da Emater, Emepa, Empasa e Interpa, propostas de metas a serem executadas, de acordo com as características e peculiaridades de cada região, dentro do orçamento de 2009, com previsões de despesas e indicação de fontes de financiamento.

Segundo Dunga, a bandeira de luta do governador é mostrar à Paraíba uma certificação de que o Estado é zona livre de aftosa. Para isso, o secretário determinou que, já a partir da próxima semana, os 60 novos veículos adquiridos pela Sedap, além dos já existentes, sejam utilizados pelos os técnicos para percorrer o Estado, no cadastro de propriedades rurais. O Cadastro Rural será um documento elaborado para dispor de um retrato da realidade rural.

Outras ações

Além da erradicação da febre aftosa, a Secretaria elegeu outros programas prioritários: a conclusão do projeto de irrigação das Várzeas de Sousa, Programa Leite da Paraíba, melhoria na genética dos rebanhos de caprinos e ovinos, programa de produção e distribuição de sementes, apoio às atividades de pesca e aqüicultura entre outros.

Uma comissão, coordenada pelo secretário Executivo da Agricultura, José Inácio de Moraes Andrade, e representante de cada órgão ligado a Sedap, ficou encarregada de  traçar um planejamento integrado envolvendo todos os projetos e programas desenvolvidos pela Secretaria.

“A Sedap está trabalhando com um plano integrado, com o objetivo de implementar e ampliar todos os nossos programas em 2009. Por isso, foi convocada essa reunião de trabalho de nossos diretores”, esclareceu Carlos Dunga. “Vamos estabelecer as prioridades dentro de cada plano de trabalho. A intenção é abranger todos os municípios do Estado levando programas e ações, como determina o governador Cássio Cunha Lima”, afirmou.

Fonte: Governo do Estado