16 de setembro de 2008

Frigorífico estimulará ovinocaprinocultura paraíbana



 

A expansão da ovinocaprinocultura de corte da Paraíba deverá receber fortes estímulos, a partir do ano que vem, quando entrará em operação o Abatedouro e Frigorífico de Caprinos e Ovinos do município de Monteiro (Região do Cariri Ocidental, a 319 km da Capital).

A instalação, construída com recursos do Pronaf, numa parceria entre o Governo Federal e o Governo da Paraíba, cujo investimento já ultrapassa mais de R$ 1 milhão, tem capacidade para abater 120 animais por dia e vai explorar o segmento de cortes especiais destinados a mercados consumidores seletos de centros urbanos.

“O abatedouro e frigorífico vai estimular ainda mais a cadeia produtiva da ovinocaprinocultura da Paraíba. Essa é a expectativa geral dos criadores”, afirma Antônio de Pádua Torre de Almeida, superintendente do Centro de Desenvolvimento Integrado da Ovinocaprinocultura (Cendov), entidade que dá suporte técnico e financeiro aos criadores de caprinos e ovinos de sete municípios da região do Cariri paraibano, cuja sede se localiza no Parque de Exposição da cidade de Monteiro.

O abate, o processamento e armazenamento de produtos de origem caprina e ovina ocorrerão sob a supervisão do Serviço de Inspeção Estadual e Federal, medida que possibilitará a comercialização das carnes e de seus derivados em todo o território nacional. Todo o processo ocorrerá dentro de um galpão medindo 40 m de comprimento por 12 m de largura, que foi erguido no interior do Parque de Exposição de Monteiro.

A indústria vai priorizar o abate e o armazenamento de animais precoces, com até 120 dias, que fornecem carnes mais macia, com uma melhor textura e livres de gorduras.

Na região do município de Monteiro existem hoje cerca de 45 mil animais, entre caprinos e ovinos. Desse total, algo em torno de 16 mil são cabras leiteiras. A atividade dos criadores tem como grande suporte o Programa Leite da Paraíba, que absorve a maior parte da produção leiteira do Cariri Ocidental, cujo plantel já ultrapassa 200 mil animais.

“Atualmente, Monteiro conta com o maior número de caprinos e ovinos do estado da Paraíba e, cada vez mais, os criadores procuram melhorar o padrão genético de seus animais”, conta Antônio de Almeida.

 Fonte: Farmpoint