21 de fevereiro de 2011

Meteorologistas preveem chuvas para o Semiárido



Segundo o prognóstico feito pelos pesquisadores, haverá chuvas em torno ou acima da média para o período de março a maio deste ano no setor norte da região Nordeste.

Nos últimos dias 17 e 18 de fevereiro, a cidade de Natal-RN sediou a III Reunião de Análise e Previsão Climática para o setor norte da região Nordeste
– ano 2011. Coordenado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), o encontro contou com a presença de meteorologistas e pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), dos Núcleos Estaduais de Meteorologia e Recursos Hídricos, além de diversas instituições que atuam na área da pesquisa meteorológica.

Na ocasião, fez-se um prognóstico climático referente ao período de março a maio deste ano para a região norte do Semiárido brasileiro. Foram analisadas as atuais condições atmosféricas e oceânicas globais, os resultados dos modelos numéricos de previsão climática de diversos Institutos no país e no exterior e a distribuição das chuvas nos estados do Nordeste no mês de janeiro passado.

Segundo o tecnologista Ricardo Lima, representante do INSA na Reunião, além da presença do fenômeno La Niña no oceano Pacífico, uma evolução favorável às chuvas vem se registrando no oceano Atlântico Tropical, com o resfriamento da porção norte e aquecimento da porção sul, condição favorável à aproximação da Zona de Convergência Intertropical, principal sistema meteorológico produtor de chuvas na região.

Após discussão técnica a respeito das variáveis observadas, foi divulgada a previsão climática de consenso para o setor norte da região Nordeste, indicando chuvas em torno ou acima da média para o período.

O documento oficial resultado da reunião está disponibilizado no link:
http://www.insa.gov.br/~webdir/Assessoria/clima2011_natal

Fonte: Portal INSA/Sab Notícias