1 de junho de 2012

Ministro da Agricultura visita a Paraíba



Presidente do Sistema FAEPA/SENAR-PB reafirma seu comprometimento com a luta contra a febre aftosa e mudança de classificação sanitária do estado

Na tarde de ontem (31), a Paraíba recebeu a visita do Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho. Juntamente com o governador Ricardo Coutinho, o presidente do Sistema FAEPA/SENAR-PB, Mário Borba e outras autoridades, o ministro participou do encerramento da 1ª Etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa. A cerimônia aconteceu na sede do Laticínio Ideal, onde além dos discursos, foi realizada a vacinação simbólica de um bovino.

Após o evento, as autoridades, técnicos e representantes do setor rural realizaram uma reunião de trabalho no Palácio do Governo, na qual foram apresentadas pelo ministro, as pendências e providências a serem tomadas pelo estado em relação à Defesa Agropecuária. Ribeiro Filho também garantiu o apoio do Ministério da Agricultura ao estado nas etapas que se seguem, disponibilizando técnicos e recursos, para que a Paraíba alcance o status de zona livre de aftosa com vacinação até o final do ano.

De acordo com o presidente do Sistema FAEPA/SENAR-PB, Mário Borba, apesar do grande número de itens a serem cumpridos, com um esforço conjunto, é possível que a Paraíba conquiste o novo status. “Acreditamos que com o comprometimento que vem sendo apresentado pelo governador, garantindo todas as condições necessárias para a solução definitiva da questão da Defesa, iremos conseguir a nova classificação e evitar que as barreiras sanitárias perdurem”, afirmou o dirigente.

Mário Borba também reafirmou a parceria e apoio do Sistema no combate à febre aftosa. “O Sistema FAEPA/SENAR-PB continua junto ao governo do estado na luta contra a aftosa. Estamos sempre à disposição, seja por meio da realização de treinamentos para vacinadores, como no trabalho de divulgação e sensibilização do produtor rural para a importância da vacinação do rebanho”, completou Borba.

Entenda melhor: Febre aftosa no Estado

Até o final de 2009, a Paraíba ainda era classificada como área de risco desconhecido para febre aftosa. Fator que, entre outras coisas, impedia a comercialização do gado e a participação em eventos e feiras fora do Estado.

No início de 2010, devido ao esforço conjunto da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca da Paraíba (SEDAP), da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PB) e dos criadores do estado, a Paraíba conseguiu passar da classificação de zona de risco desconhecido para área de risco médio. Com a mudança de classificação, os produtores paraibanos puderam vender seu rebanho para outros Estados, além de participar de feiras e transportar seus animais.

Desde 2011, a Paraíba vem trabalhando para manter a atual classificação e cumprir as exigências apresentadas pela auditoria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A próxima auditoria está prevista para o final de julho (29/07 a 03/08). Caso o estado faça seu dever de casa e atenda as demandas do Mapa, será feito então o teste de sorologia dos animais, em setembro.

Desde o dia 15 de maio, a Paraíba encontra-se impedida de transportar e comercializar animais e produtos derivados in natura para os outros estados do nordeste. A barreira sanitária foi instalada, com exceção do Rio Grande do Norte, para que os estados vizinhos (Pernambuco e Ceará) possam mudar a classificação de médio risco da febre aftosa para área livre com vacinação, o que impede que os rebanhos tenham qualquer tipo de contato.

Assessoria de Comunicação Social FAEPA/SENAR-PB
(83) 3048 6073/9988 6475