1 de março de 2013

Perdas de 2012 justificam queda no PIB da agropecuária



As perdas na safra de verão, no início de 2012, provocadas pela estiagem, explicam a queda de 2,3% do PIB agropecuário no ano passado, frente 2011, de acordo com José Carlos Hausknecht, sócio-diretor da MB Agro. No ano, considerando todos os setores, o PIB cresceu 0,9%.

"A principal queda que tivemos foi a produção de soja, com perdas muito fortes no Sul do país. Tem também outros produtos que não desempenharam muito bem: tiveram produção maior, mas preços piores", avalia Hausknecht. Na lista de produtos com preços mais baixos em 2012 estão laranja, açúcar e café.

Hausknecht considera que o tombo só não foi maior porque o milho safrinha (colhido no inverno) teve um bom desempenho. "Foi surpresa positiva e compensou grande parte da queda no Rio Grande do Sul e Paraná", diz.

Para o executivo, surpresa foi o tombo de 7,5% do PIB agropecuário no quarto trimestre, frente igual período de 2011. "É um período com volume pequeno de comercialização", argumenta.

Em comunicado, o Instituto Brasileiro de Economia e Estatística (IBGE) atribuiu a queda no período à variação negativa na estimativa de produção anual de 2012 foram: trigo (-23,3%), fumo (-15,6%), cana (-5,6%), laranja (-4,3%) e mandioca (-4,0%), divulgado em janeiro de 2013.

Fonte: G1