7 de junho de 2013

PIB do agronegócio cresce 0,61% em março



Brasília (07/06) – O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 0,61% em março, elevando para 2,09% o ritmo de expansão da atividade no acumulado do primeiro trimestre de 2013, segundo levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP). A elevação dos preços dos produtos agropecuários e as perspectivas positivas para a safra agrícola explicam as variações positivas em relação a 2012.

Esses fatores também justificam o crescimento de 0,98% no PIB da agropecuária em março, resultado que, somado ao obtido em janeiro e fevereiro, elevou para 3,68% o aumento do PIB do setor no primeiro trimestre de 2013. Segundo a CNA, a performance positiva do faturamento do arroz (20%), batata (177%), fumo (9%), mandioca (22%), milho (7%), soja (41%), tomate (159%) e trigo (85%) influenciou o resultado do primeiro trimestre. Nessas atividades, o desempenho é positivo tanto em termos de preço quanto em volume.

De acordo com a CNA, o forte aumento do faturamento da batata é resultado da aceleração dos preços no início do ano, fenômeno que não perdeu força apesar da intensificação da colheita no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, porque as chuvas impediram a colheita em diversos momentos. A quebra de safra na região do Triângulo Mineiro, estimada em 25%, também influenciou esse resultado. O levantamento mostra ainda que o preço do tomate disparou em março, subindo, na comparação trimestral, 127%. Acesse, no site da CNA (www.canaldoprodutor.com.br), a íntegra dos dados do PIB.

Fonte: Assessoria de Comunicação da CNA