25 de setembro de 2013

Regulamentada a profissão de vaqueiro



Vaqueiros de vários Estados lotaram as galerias do Senado Federal no final da tarde desta terça-feira (24.09). Eles vieram de longe. E valeu a pena. Os Senadores aprovaram o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 83/2011, que reconhece e regulamenta a profissão de vaqueiro. A senadora Kátia Abreu, presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, CNA, comemorou a aprovação do projeto que, para virar lei, só depende, agora, da sanção presidencial.

O profissional, que recebe vários nomes pelo Brasil afora, é responsável pelo trato, manejo e condução de animais, como bois, búfalos, cavalos, mulas, cabras e ovelhas. A partir da lei, ele terá direito a seguro de vida e de acidentes, nos contratos de serviço e emprego. Seguro que deve envolver indenizações por morte ou invalidez permanente, reembolso de despesas médicas e hospitalares, em caso de acidentes ou doenças profissionais que o vaqueiro sofrer durante o trabalho.

Em rápido discurso, a senadora Kátia Abreu agradeceu aos vaqueiros brasileiros e fez uma homenagem especial ao Seu Pedro, que a ensinou a montar e a tocar a boiada.

Fonte:
Canal do Produtor