16 de abril de 2013

Seca provoca pedido de perdão de dívidas



A Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), o Sindicato Rural de Campina Grande e demais Sindicatos Rurais do estado, Associação dos Mutuários de Crédito Rural do Estado da Paraíba (AMCREPB) e o Movimento em Defesa dos Endividados do Crédito Rural do Nordeste Brasileiro, estão organizando um grande encontro do setor produtivo para o dia 22 de abril, em Campina Grande (PB), o Grito da Seca e Perdão das Dívidas.

De acordo com os organizadores, o movimento, que será pacífico, pretende reunir mais de 2 mil produtores rurais no centro da cidade para mostrar a triste realidade enfrentada pelo setor agropecuário diante da pior seca dos últimos 40 anos. “Em todas as secas escutamos as mesmas promessas, mas nada de concreto é realizado. É triste aceitar que nossos governantes vão assistir ao fim da atividade agropecuária no Nordeste sem fazer nada”, afirmou o presidente da FAEPA, Mário Borba.

Segundo Mário Borba, a ação é um grito de socorro, com o objetivo de mostrar aos representantes do nordeste e do Governo Federal a situação catastrófica que se vive hoje em toda a região e exigir que soluções definitivas para o semiárido sejam tomadas. “Nossos representantes e, principalmente a presidente Dilma, precisa saber que as coisas aqui no Nordeste não vão tão bem quanto pintam por aí. Eles precisam saber que o crédito emergencial é excludente e não atendeu a todos no campo; que a burocracia dos bancos afoga os produtores rurais; que as famílias que vivem e dependem do campo estão deixando suas propriedades; que falta água e alimento para o rebanho e que a região já acumula perdas de 60% dos animais”, afirmou Borba.

Assessoria de Comunicação Social FAEPA
(83) 3048 6073/9988 6475