27 de outubro de 2008

Seminário discute políticas públicas para o Setor Canavieiro



Cerca de 300 pessoas, entre elas produtores, estudiosos, representantes de associações de vários estados da federação, autoridades e políticos prestigiaram o primeiro dia de trabalho do 2º Seminário de Políticas Públicas para o Setor Canavieiro do Nordeste e Agroenergia promovido pela Asplan, com apoio da Faepa, BNB, Ministério da Agricultura e Sebrae. O evento aconteceu nos dias 20 e 21 de outubro no auditório da Asplan, em João Pessoa. 

“Políticas Públicas para o Setor Sucroalcooleiro do Nordeste”, foi o tema da palestra proferida na abertura do seminário pelo secretário do Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA), Manoel Vicente Fernandes Bertone. Ele destacou também que o etanol é a energia mais viável do Planeta, tanto em termos energéticos como econômicos, por isso é que o Brasil tornou-se instrumento de projeção internacional.  

A Faepa viabilizou a vinda de dois assessores técnicos da CNA para participarem do evento. O técnico José Ricardo Severo enfocou o tema “Impactos da Produção dos Biocombustíveis na Produção de Alimentos”. “Hoje temos 0,1% da área total do país plantada de cana-de-açúcar e mesmo se dobrarmos a nossa produção de etanol chegaríamos a apenas 1,2% de área cultivada. Com isso, fica claro que os biocombustíveis não são os vilões desse falta de alimentos”, garantiu Ricardo, lembrando que a falta de alimentos deve-se a demanda de consumo por parte dos brasileiros e a solução é aumentar a produção para suprir essa carência.  O encerramento dos trabalhos foi realizado pela economista e técnica da CNA, Rosemeire Cristina dos Santos, que tratou do tema “Perspectivas do Mercado de Insumos e seu Impacto na Produção Agrícola”. Ela disse que as previsões para o setor são otimistas e apontam o ano de 2011 como o início da retomada do poder de compra dos produtores.

 Eudete Petelinkar

Assessoria de Comunicação Sistema Faepa/Senar-PB

Fone: (83) 3341-2544 – (83) 9913-9963

 

e-mail: canalrural@senarpb.com.br