4 de maio de 2012

Termina o movimento dos produtores rurais em Patos



O 1º Encontro Nordestino do Grito da Seca e Perdão das Dívidas Rurais chegou ao fim, na tarde desta quinta-feira (04/05) com seu objetivo alcançado. Mais de 500 produtores rurais da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas passaram três dias acampados em frente ao Banco do Nordeste, no município de Patos, sertão da Paraíba.

Em um ato público no centro da cidade, os produtores entregaram as chaves dos cadeados que trancavam as portas da agência do BNB ao gerente local, para encerrar o protesto. Eles informaram que estavam conscientes de que tinham atingido parte do o objetivo esperado e não desejavam causar maiores transtorno a população que depende do banco. A gerente local disse que embora o banco tenha ficado fechado, prejudicando o atendimento da população, o BNB não mostrou resistência, pois percebeu que o movimento era pacifico.

De acordo com Mário Borba, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (FAEPA), apesar da grande aflição dos produtores para obterem o perdão da dívida ou uma renegociação condizente com as condições da agropecuária do semiárido, a proposta do movimento era principalmente repercutiu o assunto na classe política nacional. “Nosso objetivo era chamar a atenção das autoridades, especialmente dos parlamentares que formam a bancada no nordeste, pois essa é uma questão que passa por vontade política”, disse Borba.

Com o apoio de diversas autoridades públicas, entre elas, deputados estaduais que foram pessoalmente ao local do protesto, nesses dias diversos deputados federais, e senadores usaram o plenário da câmara dos deputados e do senado em Brasília, em apoio aos produtores nordestinos, deram mais veracidade ao movimento, com pedidos de providencias a favor dos agricultores.


http://www.youtube.com/watch?v=8BMdlGVKJOk

Assessoria de Comunicação Social FAEPA/SENAR-PB
3048.6073 / 9988.6475