16 de outubro de 2008

Combate à crise da pecuária de leite



 

O Vice-Presidente da República, José Alencar Gomes da Silva, entrará em contato com o Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, para manifestar seu apoio às medidas sugeridas pela Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados para enfrentar a crise da pecuária leiteira, causada pelo aumento de 14% da produção leiteira, a retração de 8% no consumo do mercado interno e a conseqüente queda no preço pago ao produtor. Entre as medidas emergenciais solicitadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) está a liberação de linha de crédito de R$ 300 milhões para estocar volume de 400 milhões de litros e mais R$ 100 milhões para escoar o excedente de um bilhão de litros de leite.

Após ouvir um relato sobre a gravidade da crise, em audiência, hoje, com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), Roberto Simões, acompanhado pelos presidentes da Comissão do Leite da entidade, Eduardo Dessimoni, e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Rodrigo Alvim, o Vice-Presidente mostrou conhecer a atividade e se dispôs a ajudar a resolver as questões que ameaçam o setor produtivo. Na audiência, as lideranças do setor mostraram que a redução de mais de 35% no preço das principais commodities lácteas no mercado internacional, somada ao aumento da produção leiteira no primeiro semestre e a retração no consumo no mercado interno provocaram queda significativa no preço do leite pago aos produtores, o que praticamente inviabiliza a atividade no País.

O setor estima que o atual excedente de produção seja da ordem de 1,4 bilhão de litros de leite, que segundo Roberto Simões “precisam ser consumidos, estocados ou retirados das regiões produtoras para impedir a continuidade do aviltamento do preço do leite”. Por esse motivo, foi solicitada a liberação de linha de crédito para escoamento da produção ao ministro da Agricultura, que garantiu posteriormente faltar apenas alguns ajustes operacionais para o lançamento dos contratos. Também foram solicitadas outras providências ao MAPA, como a ampliação das compras governamentais para os programas sociais de distribuição de leite e ações efetivas no combate às fraudes.

Outra medida considerada importante pela Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA é a criação do programa de marketing institucional do leite, com o objetivo de ampliar o consumo de produtos lácteos. Em parceria com outras entidades do setor privado, a Comissão já finalizou a proposta, em reunião na última segunda-feira, em Brasília. 

 

Fonte: CNA