21 de novembro de 2013

Em plena seca, produção de leite do Ceará dá salto



No sertão cearense castigado pela seca, um milagre: a produção de leite bovino saltou de 320 litros/mês para 1.017 litros/mês.

Onde? No curral de 96 pequenas propriedades rurais de Quixeramobim, Morada Nova e Barreira, onde se desenvolve o programa Balde Cheio, iniciado em 2011 pelo Sebrae-Ceará com o apoio da Faec e do Senare de 40 produtores.

Como? Por meio de uma solução simples de silagem – uma técnica de produção de volumosos que se revelou ideal para a região do semiárido.

Exemplo: na fazenda Agrovila, em Quixeramobim, a produção média de leite por vaca saltou de 6,2 litros para 8,4 litros. Na fazenda Retiro, em Morada Nova, essa produção saiu de 6,1 litros para 9,8 litros.

Vê-se que o sertanejo é forte e também criativo.

Fonte: Diário do Nordeste