22 de setembro de 2014

Faepa recebe candidatos a governador da Paraíba



A Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa), recebeu neste mês, os três candidatos a governador do estado com maior intenção de votos. Durante os encontros, foram apresentadas as potencialidades da Paraíba e as maiores demandas do setor agropecuário para serem utilizadas nas propostas de governo dos candidatos.

Nos encontros, o presidente da Faepa, Mário Borba, propôs medidas viáveis e compatíveis com a realidade da Paraíba. Nas apresentações, foi entregue o documento “O que queremos do próximo governador”, com soluções para o desenvolvimento econômico e sustentável da região. Em sua fala, Mário Borba falou sobre as principais propostas da Faepa e de entidades do setor, como: desenvolvimento do setor rural, realização da Transposição e da Transnordestina, revitalização o programa do leite da Paraíba, fruticultura e turismo, resgate da cana de açúcar, segurança jurídica, cadeias produtivas e muitos outros.

Em seu discurso, o candidato Cássio Cunha Lima falou sobre o seu compromisso de manter a luta junto ao Congresso e com o futuro presidente da República em prol do setor rural e garantiu nomear um secretário de Agricultura que dialogue e tenha ligação com o segmento. Além disso, o atual senador reforçou o planejamento para os recursos do estado e para educação no meio rural. “Temos um estado com 100 mil vagas a menos no meio rural e milhares de escolas que foram fechadas. Escolas não se fecham. Na China, por exemplo, há escola com um aluno”, revelou. Ao final, Cássio respondeu perguntas das entidades presentes sobre os problemas atuais na Paraíba.

O segundo candidato a participar do evento “O que queremos do próximo governador?”, foi Ricardo Coutinho. No encontro, o atual governador do estado reforçou as obras que foram realizadas durante o seu mandato e falou sobre as dificuldades pela falta de recursos que enfrenta para implantar novas mudanças. Em seu discurso, Ricardo ainda falou sobre a construção e revitalização de barragens como a de Camará. “Apesar de todas as dificuldades, houve um esforço muito grande em relação à água. Nós fizemos uma grande caminhada na área de investimentos públicos e da segurança hídrica, tema que não era privilegiado desde a década de 80”, falou. Além disso, Ricardo Coutinho prometeu, caso reeleito, investir em estudos tecnológicos e pesquisas.

O último encontro aconteceu com o candidato Vital do Rêgo Filho que intensificou seu discurso nas perdas que o produtor rural possuiu ao longo dos períodos de estiagem. Segundo o candidato, é preciso dar visibilidade ao setor agropecuário. “No meu governo, a Secretaria de Agricultura terá a mesma importância que as secretarias fins da Paraíba. Temos uma vocação agrícola e daremos mais importância a atividade que gera desenvolvimento para a Paraíba”, disse Vital. Ao final da sua fala, o candidato ainda elogiou o Programa Sertão Empreendedor, operacionalizado pelo Senar-PB em parceria com o Sebrae e se comprometeu em ler o documento “O que queremos do próximo governador?” para utilizá-lo em sua proposta de governo, caso eleito.

Além da Faepa, também participaram do evento instituições ligadas ao setor agropecuário, como: Sebrae, Sistema OCB Sescoop/PB, IFPB, Embrapa, Asplan, Sindalcool, UFPB, UEPB, Associações e Comissões.

Assessoria de Comunicação Faepa/Senar-PB