1 de julho de 2021

Presidente da CNA participa do lançamento do Plano Safra do Banco do Nordeste


Jocelio Oliveira

Brasília (29/06/2021) – O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, participou, na terça (29), da cerimônia virtual de lançamento do Plano Safra 2021/2022 do Banco do Nordeste (BNB), que teve a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, do presidente da instituição financeira, Romildo Rolim, e presidentes das federações de agricultura e pecuária do Nordeste.

O BNB destinará R$ 9,5 bilhões na próxima safra, que começa em 1º de julho, para produtores rurais dos nove estados do Nordeste, além do Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo. O volume de recursos é 15% superior ao destinado no ano passado (safra 2020/2021).

O banco terá novidades nesse ano, como o lançamento do cartão BNB Agro Pecuária, voltado para financiar por aplicativo a produção pecuária, além de incrementos no cartão BNB Agro, como a inclusão de novas funções e o acesso à página da CNA e da Embrapa. O BNB também vai priorizar recursos para a produção sustentável, conectividade, incentivo à produção de milho, armazenagem e inovações tecnológicas.

Outra novidade do BNB será a premiação dos melhores casos de sucessos de produtores no Programa Agro Nordeste, lançado em 2019 para desenvolver a agropecuária na região com assistência técnica e gerencial. A iniciativa do Ministério da Agricultura conta com a parceria do Sistema CNA/Senar e outras instituições.

Tereza Cristina, ministra da Agricultura

Em sua fala, Martins destacou o papel do BNB não apenas como banco, mas como uma agência de desenvolvimento para ajudar no crescimento da região. “O Nordeste não quer favor. O Nordeste precisa de apoio. O produtor nordestino sabe trabalhar e precisa de ferramentas adequadas para poder produzir”, afirmou.

Neste contexto, o presidente da CNA reforçou a importância do banco como agência de desenvolvimento para alavancar a atividade agropecuária na região e ajudar o produtor a conduzir seu negócio da forma correta para obter renda.

Por sua vez, a ministra da Agricultura destacou que o produtor do Nordeste quer produzir e investir cada vez mais em um dos setores mais dinâmicos da economia e que será um “importante motor na retomada do cenário pós-pandemia”. Por esta razão, ela enfatizou o trabalho do ministério para dinamizar os mecanismos de financiamento da agropecuária e fortalecer outros instrumentos financeiros privados e as finanças verdes.

Tereza Cristina também elogiou o trabalho do BNB na assistência técnica e gerencial e as novidades trazidas pelo Plano Safra da instituição, como a conectividade e a construção de armazéns, além do foco no banco na sustentabilidade. “O agro brasileiro já é um dos mais sustentáveis do mundo e precisamos criar o melhor ambiente de negócios para esses produtores do Nordeste”.

Romildo Rolim, presidente do BNB

Já o presidente do BNB, Romildo Rolim, falou sobre as inovações tecnológicas do banco, como a modernização dos aplicativos para tomada de financiamentos para dar um atendimento mais célere ao produtor rural nordestino e destacou que a instituição tem uma participação de 55% nas operações relacionadas ao agro na região.

Vídeo da cerimônia

Assessoria de Comunicação CNA
Telefone: (61) 2109-1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
facebook.com/SENARBrasil
youtube.com/agrofortebrasilforte